Carregando...
Carregando...

Igreja incentiva oração em favor de pessoas afetadas pelo coronavírus

Postado em 27 de Fevereiro de 2020 ás 09:12
Doença atingiu pessoas em cerca de 25 países (Foto: Pixabay)

Doença atingiu pessoas em cerca de 25 países

 

A Igreja Adventista do Sétimo Dia fez um chamado para que seus fiéis orem e mostrem compaixão semelhante à de Cristo àqueles que têm sofrido devido ao novo coronavírus. A doença também vitimou um dos membros da denominação na China e ameaça dificultar ações evangelísticas em várias partes do mundo.

Na China, a filial da Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA) está enviando equipamentos de proteção para ajudar as autoridades sanitárias a lidar com o surto viral que matou mais de mil pessoas só no país asiático, e que já infectou mais de 43 mil em todo o planeta, sublinhou Robert Folkenberg Jr., presidente da Missão da União Chinesa da Igreja Adventista.

“Além disso, os membros da Igreja estão ajudando os profissionais da saúde chineses de todas as maneiras possíveis”, afirmou ele.

“Nossos irmãos e irmãs na China estão se apoiando diariamente na força do Senhor”, escreveu Folkenberg Jr. por e-mail. “Eles também estão fazendo tudo o que podem para apoiar hospitais e profissionais de saúde da linha de frente durante este momento difícil. Suas orações de apoio significarão muito para eles”.

 

Membros infectados

“Poucos detalhes estavam disponíveis sobre o membro da igreja que morreu. Sabe-se que pelo menos cinco outros membros estão lutando contra a infecção na China”, amplia o pastor. Muitos templos adventistas estão localizados em Hubei, província chinesa onde o surto se originou.

“Pouco se sabe sobre o coronavírus. Acredita-se que comece com febre, seguida de tosse seca e, depois de uma semana, dificuldade para respirar”, informou a BBC. Para evitar pegar o vírus, a agência de notícias recomenda lavar as mãos com sabão ou géis para as mãos, não tocar nos olhos, nariz e boca, e ficar a um metro de distância de pessoas que estejam tossindo.

 

Apelo em favor das vítimas

O presidente mundial da Igreja Adventista do Sétimo Dia, Ted N. C. Wilson, que no dia 30 de janeiro pediu oração mundial pela China e por outros lugares que estão sendo afetados pelo coronavírus, avaliou que novas restrições por causa do surto podem dificultar o trabalho missionário em favor de outras pessoas.

Mas Wilson viu “uma importante oportunidade para os membros da Igreja a demonstrarem a compaixão de Cristo ao ajudar outras pessoas que estão com medo ou com necessidade direta nessas situações incomuns”.

“Onde quer que você esteja no mundo, entenda que cada situação oferece uma oportunidade para a ação missionária e para servir às pessoas no Envolvimento Total de Membros em nome de Jesus”, acrescentou.

Ele incentivou as pessoas a agirem em oração. “Por favor, ore pela contensão e redução dessa doença grave, pela segurança de todos os envolvidos na China e em outros lugares e por aqueles que perderam entes queridos”, pediu. “Use cada oportunidade que tiver para permitir que o Espírito Santo atue por seu intermédio para tocar a vida das pessoas à medida que nos aproximamos do fim dos tempos e da breve vinda de Cristo”.

 

Fonte : Noticias Adventista

Contribua com a Rádio Advento, será maravilhoso também!