Carregando...
Carregando...

Projeto vai doar mais de 130 mil cestas de alimentos a famílias afetadas

Postado em 06 de Abril de 2020 ás 08:57

Uma resposta para amenizar o impacto causado pela Covid-19 na economia de famílias em situação vulnerável foi adotada pela Igreja Adventista do Sétimo Dia por meio de três frentes. A Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA), o departamento de Ação Solidária Adventista (ASA) e o Ministério da Mulher anunciaram o lançamento da campanha Compartilhe Esperança. A iniciativa tem como objetivo arrecadar fundos e distribuir mais de 130 mil cestas de alimentos, ou seja, mais de 1.850 toneladas.

Além disso, em oito países da América do Sul, grupos de psicólogos se uniram para dar atenção a pessoas, muitas delas afetadas pelo longo período de isolamento social. Ao todo, segundo informou o Ministério da Mulher da Igreja Adventista, 476 profissionais se cadastraram, até agora, para atender voluntariamente neste período, de forma online. O número de atendimentos já passou de 12.700.

 

Alimentos na mesa

A campanha será realizada até o mês de junho e incentiva os membros da Igreja, voluntários de projetos mantidos pela agência e outras pessoas preocupadas com o tema a se unirem nesta causa. Além dos alimentos arrecadados, a iniciativa também contará com a doação em valores financeiros. Com o valor arrecadado, a entidade fará a entrega para cada família beneficiária, por meio de um cartão, que será recarregado no começo de cada mês de duração do projeto.

Dentro da iniciativa, a ADRA tem como meta arrecadar 10 mil cestas. Dessas, ao menos 3 mil serão angariadas por meio de doações gerais a partir de uma campanha por TV, rádio e redes sociais.  Segundo Paulo Lopes, diretor da agência em nível sul-americano, esta é mais uma frente de ação para reduzir o sofrimento de muitas pessoas, inclusive das que perderam ou tiveram redução em sua renda. “Ao mesmo tempo, nas congregações adventistas locais, as arrecadações continuarão acontecendo, porque é muito importante esta atitude solidária de todos, comenta.

Para efetuar doações para o projeto da ADRA Brasil, a maneira mais rápida e fácil é por meio de transferência bancária para uma conta gerenciada pela agência humanitária adventista.

ADRA Brasil | Bradesco

Agência 3416 | Conta corrente 1337-4

CNPJ – 01.467.063/0001-15

Solidariedade em outros países

O braço humanitário da Igreja Adventista também age em outros países do continente sul-americano. O Centro de Inovação da ADRA Chile, por exemplo, em parceria com uma empresa de produção gráfica, desenvolveu protetores faciais com uso de tecnologia 3D. Eles serão distribuídos de forma gratuita em estabelecimentos de saúde e para outras equipes de resgate ou atendimento direto à pandemia nessa região.

No Paraguai, a ADRA começou o mês de abril com distribuição de kits de biossegurança e cartazes relacionados à prevenção a unidades de saúde familiar localizadas na capital. No Peru, a agência humanitária realiza uma campanha de doação de recursos financeiros para assistir a cinco mil famílias com cestas básicas. Na Argentina, a entidade reúne esforços para continuar mantendo os projetos com famílias carentes e refugiados em uma campanha para arrecadar recursos econômicos.

 

Mão amiga

Do total de 130 mil cestas que serão entregue por meio da iniciativa da Igreja Adventista, 116 mil cestas serão obtidas como resultado do esforço de arrecadação das oito sedes administrativas estaduais adventistas, as Uniões. A distribuição ocorrerá por meio da ASA, presente nas congregações adventistas. O objetivo desta ação é atender pessoas em situação de vulnerabilidade. A prioridade será dada a famílias monoparentais (quando apenas um dos pais arca com as despesas gerais da família), idosos, pessoas com doenças crônicas e com necessidades especiais.

Veja entrevista feita com pastor Erton Köhler a respeito de várias iniciativas da Igreja diante da pandemia:

Fonte : Noticias Adventistas

Contribua com a Rádio Advento, será maravilhoso também!