Carregando...
Carregando...

Loma Linda usa plasma convalescente para tratar pacientes com Covid-19

Postado em 14 de Setembro de 2020 ás 21:40

Atualmente, a Universidade de Loma Linda está tratando pacientes elegíveis que estão lutando contra o novo coronavírus (Covid-19) com plasma convalescente na esperança de aumentar sua capacidade de combater o vírus.

Os pacientes são tratados enquanto estão no hospital por meio de uma transfusão de soro contendo anticorpos neutralizantes do vírus, que foram removidos do sangue doado de um indivíduo recuperado.

Tait Stevens, presidente da equipe médica do Centro Médico da Universidade de Loma Linda, disse que algumas evidências mostram que alguns pacientes que atualmente sofrem de Covid-19 se recuperam melhor se recebem plasma daqueles que já se recuperaram anteriormente. Stevens citou um estudo publicado em abril de 2020 que mostrou resultados encorajadores de 10 casos graves de adultos, nos quais os pacientes receberam o plasma convalescente, mantiveram ou aumentaram os anticorpos, e depois se recuperaram.

“Esse estudo mostrou resultados promissores e queremos fazer tudo o que pudermos para continuar essa luta contra a Covid-19”, pontuou Stevens.

 

Esperança contra o vírus

Rohith Mohan, um residente pediátrico do segundo ano no Hospital Infantil da Universidade de Loma Linda, começou a sentir os sintomas em meados de março. Ele se recuperou em aproximadamente 10 dias, mas continuou testando positivo para o vírus por 40 dias. Mohan doou sangue no centro de doação LifeStream em 16 de maio. Agora, seu plasma cheio de anticorpos poderia agora potencialmente a fornecer tratamento para até quatro pacientes que estão lutando contra a doença que ele venceu.

Além das doações de sangue, os membros e organizações da comunidade estão fornecendo apoio financeiro para o tratamento com plasma convalescente. A Riverside Community Health Foundation (Fundação de Saúde Comunitária de Riverside) financiou recentemente esse tratamento com uma doação de 25 mil dólares. Além disso, Thomas e Candace Spiel doaram 25 mil dólares em apoio ao trabalho que a Escola de Saúde da Universidade de Loma Linda está fazendo.

A Universidade de Loma Linda está pedindo que os adultos ajudem a continuar a fornecer esse tratamento potencialmente salvador através de doação de sangue no LifeStream. A menos que haja uma emergência em outro local, a maior parte das doações de plasmas permanecerá ali para ajudar pessoas da comunidade. Se o doador disser ao LifeStream que está representando a Escola de Saúde da Universidade de Loma Linda, a instituição será assegurada de pelo menos uma unidade daquela doação. É necessária uma pré-triagem para as doações de plasma convalescentes.

“Para que alguém que já se recuperou da Covid-19 possa doar, é preciso ser testado negativo para o vírus ou estar há 14 dias sem os sintomas”, explicou o coordenador.

 

Fonte : Noticias Adventistas

Contribua com a Rádio Advento, será maravilhoso também!